10 fatos que você precisa saber sobre Arton 1437

Minha nova campanha deve começar esse ano e como mudamos muita coisa no cenário padrão de Tormenta resolvi postar aqui um TOP 10 fatos que você precisa saber para acompanhar meus reportes de campanha. Se gostarem do formato ou quiserem que algo seja melhor detalhado deixem nos comentários.

Os herois da campanha by @Beto_Gordo
Os herois da campanha by @Beto_Gordo
  1. Esta é a continuação de uma campanha online minha de Tormenta RPG que durou 3 anos. O grupo passou por praticamente tudo aquilo que o cenário tinha a oferecer e terminamos nos níveis épicos;

2. Essa campanha se passará 20 anos depois dos acontecimentos da antiga. O mundo terá reagido a tudo o que aconteceu no fim da campanha de TRPG. Veremos filhos de personagens jogadores assumindo o protagonismo e lidando com a herança dos pais, velhos amigos retornando, antigos inimigos agindo e, é claro, muita coisa nova acontecendo;

3. O Panteão foi desmantelado. Sszzaas colocou em prática seu grande plano e trouxe o Time of Troubles para Arton. Todos os deuses foram aprisionados em sua forma de Avatar, que apesar de poderosos são mortais. Sszzaas, entretanto, foi traído pelos personagens jogadores (ironia, não?), morto e teve sua alma aprisionada numa gema. Ainda é incerto o futuro dos deuses de Arton. Bardos cantam que alguns, infelizmente, já foram assassinados e tiveram sua essência divina roubada;

4. A Tormenta foi finalmente derrotada. O grupo passou quase 3 anos sendo caçados pela tempestade e seus agentes, mas no fim conseguiram matar um lord da Tormenta (ele foi so-la-do numa luta bem divertida pela pj da Luiza, que é a nova Paladina de Arton), banir as outras áreas, enfrentar um dos Rei Impossíveis e criar a primeira Área de Arton no próprio multiverso original da Tormenta;

5. Tapista tem um novo princeps. Seu nome é Icarus, um humano, ex-escravo e grande heroi de guerra de Tapista. De fato Tapista é hoje o reino que sofreu a maior mudança desde 1410. O reino prospera a passos largos e tem aprendido a deixar algumas tradições do passado onde merecem estar: no passado;

6. Os elfos tem um novo rei. Bilungael é seu nome. Sabe-se que ele está construindo um novo reino para os elfos, em uma floresta em algum ponto de Sambúrdia. Por outro lado a guerra civil anã chegou ao fim e agora, segundo cantam bardos de Triunphus, Doherimm agora tem uma Imperatriz;

Bilungael, primeiro de seu nome.
Bilungael, primeiro de seu nome.

7. Uma nova Academia Arcana teve de ser criada após a queda dos deuses. As áreas de magia caótica e as de magia morta se tornaram cada vez mais comuns e isso coloca em risco o semi-plano da Academia Arcana, é claro que o fato de alguns professores antigos morrerem ou passarem anos desaparecidos influenciou isso também. Por isso uma nova escola foi construída no próprio plano material. A localização é desconhecida pela maioria e parece estar protegida magicamente, para evitar que seja encontrada por acaso.

8. Para a batalha final contra a Tormenta os herois da antiga campanha contaram com um poderoso aliado: o exército Githyanki e seus navios de guerra voadores. Agora que a guerra acabou eles montaram uma base militar no mundo de Arton. Por sorte ela, aparentemente, fica em uma ilha a leste do continente;

Githyanki
Githyanki

9. A Aliança Negra finalmente agiu. E quando eles o fizeram ficou claro a razão da demora: eles aprimoraram ao máximo a engenharia goblin e construíram aviões de guerra (no melhor estilo primeira guerra mundial), que bombardeavam e davam suporte aéreo para as tropas no solo. A Aliança Negra conquistou Tyrondir e Deheon! Inclusive sua nova base principal é Valkária. Um fato curioso é que um bardo humano que ainda estava em Valkária durante a queda dos deuses viu Ragnar tentar se abrigar entre os seus, mas foi desafiado para um combate até a morte por Thwor Ironfist. O bardo, infelizmente, não conseguiu ver o final da peleja, que com toda certeza daria origem a uma das maiores canções já escrita por um mortal, mas até onde se sabe Thwor nunca foi derrotado em combate…;

10. Com a tomada de Valkária pela Aliança Negra os herois, em conjunto com Talude, precisaram ajudar a família real, agora representada na figura da princesa Rhana. A alternativa foi fazer o palácio inteiro flutuar e hoje a princesa tem tentado reatar velhas relações de nobreza e retomar Deheon. O palácio flutua sempre tentando fugir das áreas de magia morta, mas sempre sobre o mar, na costa oeste, onde tem o apoio de Tapista;

Palácio Imperial
Palácio Imperial, 1437
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s